DestaqueGuarabiraPolítica

GUARABIRA: AGORA TODO MUNDO QUER SER GOVERNO

0

Governador da Paraíba João Azêvedo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

cidade de Guarabira vive um momento politico atípico, com as mudanças sofridas a nível de estado no comando do governo do estado, desde que se iniciou o projeto socialista em 2011, com a Vitória do então governador Ricardo Coutinho. Guarabira e região passou por grandes mudanças no comando do estado, que sempre foi dos Toscanos e Paulinos, assim como na Prefeitura que se perdura até hoje. Com o rompimento de Cássio em 2014, o governador colocou a coordenação nas mãos do então secretário executivo de comunicação, que também coordenou sua campanha à reeleição, o radialista Célio Alves, por questão de reconhecimento e mérito. Célio manteve a paz em Guarabira e toda região durante os mais de 4 anos a frente das demandas sem nenhuma interferência politica, mudou aquela velha política onde só um mandava Paulino ou Toscano, deu voz as lideranças locais, todos participaram e participa até hoje de forma operosa e reconhecida no governo que dar continuidade ao trabalho agora com o governador João Azevêdo, qual da mesma forma do seu antecessor reconhece o trabalho de Célio Alves no projeto socialista.

Ressaltando que dessa vez em 2018 Célio foi candidato à deputado estadual, sem nenhuma estrutura financeira, apenas com apoio da militância e mostrando o que foi feito em Guarabira e região no projeto que ele representa, chegando a mais de 8 mil votos e sendo o terceiro mais votado em Guarabira, concorrendo contra dois deputados de mandato uma prefeitura, um ex-governador e perincipalmente sendo queimado e traído dentro do próprio grupo, onde se descobriu ao abrir as urnas, vendo-se resultados, votos e em seguida atitudes de muita gente que espera uma coisa e foi outra.

O presidente do PSB local saiu mais fortalecido do que nunca, foi convidado para comandar o orçamento democrático estadual, a ferramenta mais importante da gestão socialista, e diga-se de passagem sua marca, continuou no comando das demandas, e os que tentam de toda forma derruba-lo, mostra a cada dia fraqueza e falta de identidade com o governo e seu modelo de gestão, tentando trazer adversários para forçar o apoio do governo nas eleições municipais, pessoas que antes diziam nem conhecer João Azevêdo, hoje quer ter o apoio do governador, intermediado por aqueles insatisfeitos com Célio à frente das demandas em Guarabira, pensando somente em cargos e prestígio politico.

O governador João Azevêdo, disse em entrevista, que reconhece a sua Vitória em Guarabira, ao trabalho feito pelo seu secretário Célio Alves, que diga-se de passagem, está fazendo um grande trabalho à frente do ODE, que aumentou em 30% a participação popular e reduziu as despesas ao mesmo tempo agora em 2019.

Dessa forma vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos, para ver o fim desse desfecho, ainda no mesmo assunto o grupo do governo em Guarabira em sua maioria absoluta, tirando os dissidentes claro, defendem o nome de Célio Alves como pré candidato a prefeito de Guarabira ano que vem, como o melhor nome para representar o projeto do governo do estado na Rainha do Brejo, por ter identidade, por ter feito parte desse projeto que vem mudando a Paraíba, e dessa forma, será pouco provável que o governador declare apoio a um candidato que votou do seu adversário na última eleição, Lucélia Cartaxo, que votou em Cássio em 2014, e que não tem nenhuma identidade com o projeto socialista, parece até oportunismo para chegar ao poder, sem falar que toda essa manobra só acontece por esse pretenso candidato ser rejeitado no seu grupo de origem como pré candidato.

COMENTÁRIOS